As Mostras Artísticas do RECodai reúnem artistas de todo o país com o propósito de compartilhar experiências e estilos através do intercâmbio de saberes. Todas as inscrições foram analisadas pela equipe curadora que, cuidadosamente, enviou comentários específicos para cada coreografia. 

AGÔ

MOSTRA Regional

VERSÃO PADRÃO NÃO DISPONÍVEL

Artista/grupo: Liége Vicente

LIMEIRA - SP

¨AGÔ¨ é um espetáculo de dança contemporânea, que reverbera de que o corpo é o reflexo da mente, e traz no seu íntimo a história, os sentimentos e os momentos vividos pelos negros em diáspora até os atuais dias. Em ioruba, AGÔ; muito usado nas religiões de matrizes africanas, significa pedido de licença ou permissão para movimentos de entrada, saída, passagem, em outros momentos este termo traduz pedido de perdão e proteção pelo o que está fazendo. É um espetáculo que pede licença aos antepassados, aos ancestrais para contar um pouco da história negra, a partir da diáspora africana. Ressalta o corpo como veículo de intenções, identidade e resistência que se alimenta de simbologias, técnicas e poéticas a partir da perspectiva negra.

SOBRE A ARTISTA

Formada em Recursos Humanos e Pós Graduada em MBA de Gestão estratégica de Negócios pela Anhanguera Educacional e Extensão em Recrutamento e Seleção pelo Senac Limeira. Atualmente bailarina da Cia 1 – Estação da Dança, bailarina do Coletivo de Artistas KATUTE, Arte educadora e Professora de Dança Contemporânea na Escola Estação da Dança. De 2016 a 2019 atuou na CIA Art & Movimento (Grupo Estável de Dança da EMCEA), como bailarina, coordenadora Administrativa, Diretora Geral e Artística, dirigindo os espetáculo, Ente Nós em 2018, que conta sobre as diversas relações entre as pessoas, o Espetáculo Pra não dizer que não falei das flores em 2018 que traz o contexto da ditadura militar de 1964 até os dias atuais e o Espetáculo Aquelas Tardes, que traz as narrativas das violências impregnadas na sociedade como o racismo, a violência doméstica, a homofobia, a violência psicologia e a violência contra a criança. Participa do XXV Festival de Danzas Del Mercosur na Argentina em 2019. Recebeu influências regulares de professores como Soraia Cintra, Glaucia Billatto, Andrea Maduro, João Carlos Ferraz, Ana Carla Drago, Ana Maria Medeiros, Tiago Lopes, Bruna Oliveira e Leo Mologni, assim como outros grandes nomes da dança, através de oficinas, workhops e residência/imersão como Rubens Oliveira, Erika Novak, Andrea Spósito, Edson Santos, Ed Wilson, Flavia Sá, Zeca Rodrigues, Arílton Assunção, Andrea Pivatto, Michely Juste, Fernanda Araújo, Jean Alex, Ruben Terranova, Anderson Couto, Ji Sambalti, Marcio Alves, Katia Barros, Eduardo Menezes, Ricardo Scheir, Rafa Santos, entre outros.

 

Direção Geral, Bailarina e Interprete: Liege Vicente
Direção Artística e Coreografo: Tiago Lopes 
Assistente: Laiza Vicente Graciano
Técnico de som: Pedro Henrique Barbosa Ramos
Técnico de luz: Riberto Bastelli 

OUTRAS MOSTRAS